quinta-feira, novembro 04, 2004

Aos poucos as coisas perdem o seu significado
E chega a hora de reconhecer o FIM,
Sem deixa-lo que abafe o RECOMEÇO.